skip to Main Content

Tricoleucemia: o que é, sintomas e tratamentos

Tricoleucemia, Leucemia Tem Cura?, Qual A Leucemia Mais Perigosa, Como Diagnosticar Leucemia, Leucemia Cronica Tem Cura, Causas De Esplenomegalia, Leucemia Mata, Pilosas, Pilosa, Inicial Sintomas De Leucemia, Leucemia De Células Pilosas, Leucemia é Hereditário, Leucemia Wikipedia, Leucemia Mata?, Pilosidade Significado, Leucemia Como Diagnosticar Celulas Pilosas, Tricoleucemia Cid, Tricoleucemia Diagnostico, Tricoleucemia Prognóstico, Tricoleucemia Quimioterapia, Tricoleucemia Variante, Tricoleucemia O Que é, Tricoleucemia é Cancer, O Que é Tricoleucemia, Tricoleucemia Protocolo, Tricoleucemia Tratamento, Leucemia Tricoleucemia, Tricoleucemia Causas, Tricoleucemia Hemograma, Tricoleucemia Mata, Tricoleucemia Sintomas, Tricoleucemia Tem Cura, Tricoleucemia é Grave, Alimentaçao Para Tratamento De Paciente Com Tricoleucemia, Projeções Citoplasmáticas, Células B, Citometria De Fluxo, Cd19 Cd20 Cd22, Primeira Linha, Doença Linfoproliferativa, Linfócitos B, Medula óssea, Leucemia De Células Cabeludas, Diagnóstico é, Leucemia De Células Pilosas, In Hairy Cell Leukemia, Anticorpo Monoclonal, 55 Anos, Relato De Caso, é Uma Doença, Células Sanguíneas, Cd25 E Cd103, Análogo Da Purina
Compartilhe

Última atualização em 28 de julho de 2021

Esse câncer raro não pode ser prevenido, mas quando tratado adequadamente, possibilita que o paciente tenha uma boa qualidade de vida


Escrito por:

Natália Mancini

A tricoleucemia é um câncer hematológico que acontece nos linfócitos B, fazendo com que eles se acumulem no sangue periférico, medula óssea e baço. Ela é considerada como rara e, apesar de não ser curável, é possível controlá-la por meio de tratamentos. Dessa forma, o paciente pode ter uma vida prolongada.

Também chamada de leucemia de células pilosas ou células cabeludas, o Dr. Renato Sampaio, professor assistente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás e chefe do Serviço de Hematologia  do Hospital das Clínicas da UFG, conta que ela recebe esse nome pois os linfócitos afetados adquirem formato de pelos ou cabelos. 

Mesmo a tricoleucemia sendo, normalmente, considerada um subtipo da leucemia linfoide crônica (LLC), o Dr. Sampaio ressalta que “difere bastante da LLC e elas não devem ser confundidas. São doenças distintas entre si, com abordagem clínica e terapêutica bem diferentes. ”

Essa doença representa somente 2% de todas as leucemias e menos de 1% dos cânceres linfóides. As estatísticas indicam que, nos Estados Unidos (EUA), existe apenas 0,32 casos a cada 100 mil habitantes. Na maior parte das vezes, ela atinge  pessoas com cerca de 58 anos, é mais comum em pessoas brancas em comparação com negras e afeta mais homens que mulheres. Assim, para cada mulher com tricoleucemia, há quatro homens diagnosticados.

Ainda não foi identificado o que causa o aparecimento desse câncer, por isso não é possível falar em fatores de risco ou prevenção. 

Sintomas de tricoleucemia

tricoleucemia, leucemia tem cura?, qual a leucemia mais perigosa, como diagnosticar leucemia, leucemia cronica tem cura, causas de esplenomegalia, leucemia mata, pilosas, pilosa, inicial sintomas de leucemia, leucemia de células pilosas, leucemia é hereditário, leucemia wikipedia, leucemia mata?, pilosidade significado, leucemia como diagnosticar celulas pilosas, tricoleucemia cid, tricoleucemia diagnostico, tricoleucemia prognóstico, tricoleucemia quimioterapia, tricoleucemia variante, tricoleucemia o que é, tricoleucemia é cancer, o que é tricoleucemia, tricoleucemia protocolo, tricoleucemia tratamento, leucemia tricoleucemia, tricoleucemia causas, tricoleucemia hemograma, tricoleucemia mata, tricoleucemia sintomas, tricoleucemia tem cura, tricoleucemia é grave, alimentaçao para tratamento de paciente com tricoleucemia, projeções citoplasmáticas, células b, citometria de fluxo, cd19 cd20 cd22, primeira linha, doença linfoproliferativa, linfócitos b, medula óssea, leucemia de células cabeludas, diagnóstico é, leucemia de células pilosas, in hairy cell leukemia, anticorpo monoclonal, 55 anos, relato de caso, é uma doença, células sanguíneas, cd25 e cd103, análogo da purinaO hematologista diz que uma parcela dos pacientes não apresenta nenhum tipo de sintoma no momento do diagnóstico. Mas, para aqueles que apresentam, os principais sintomas de tricoleucemia são:

  • desconforto abdominal devido ao aumento do baço
  • fraqueza
  • perda de peso
  • mal-estar
  • sangramentos
  • infecções

Os dois últimos sintomas aparecem no caso de citopenias severas, ou seja, queda significativa no nível de alguma célula sanguínea. Por exemplo, as infecções acontecem devido à queda na quantidade dos glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do corpo. Já o sangramento, se dá por conta do baixo nível de plaquetas, que trabalham na coagulação do sangue.

Como é feito o diagnóstico de tricoleucemia?

tricoleucemia, leucemia tem cura?, qual a leucemia mais perigosa, como diagnosticar leucemia, leucemia cronica tem cura, causas de esplenomegalia, leucemia mata, pilosas, pilosa, inicial sintomas de leucemia, leucemia de células pilosas, leucemia é hereditário, leucemia wikipedia, leucemia mata?, pilosidade significado, leucemia como diagnosticar celulas pilosas, tricoleucemia cid, tricoleucemia diagnostico, tricoleucemia prognóstico, tricoleucemia quimioterapia, tricoleucemia variante, tricoleucemia o que é, tricoleucemia é cancer, o que é tricoleucemia, tricoleucemia protocolo, tricoleucemia tratamento, leucemia tricoleucemia, tricoleucemia causas, tricoleucemia hemograma, tricoleucemia mata, tricoleucemia sintomas, tricoleucemia tem cura, tricoleucemia é grave, alimentaçao para tratamento de paciente com tricoleucemia, projeções citoplasmáticas, células b, citometria de fluxo, cd19 cd20 cd22, primeira linha, doença linfoproliferativa, linfócitos b, medula óssea, leucemia de células cabeludas, diagnóstico é, leucemia de células pilosas, in hairy cell leukemia, anticorpo monoclonal, 55 anos, relato de caso, é uma doença, células sanguíneas, cd25 e cd103, análogo da purinaA suspeita da doença é levantada por meio de uma análise das células sanguíneas. Em seguida, é feita uma biópsia de medula óssea para que seja possível observar se há a presença de células pilosas. Se for constatada a presença dessas células, serão realizados outros exames para avaliar se realmente é tricoleucemia.

“Ela será confirmada pelo estudo imunofenotípico e imunohistoquímico do sangue periférico e de medula óssea”, o Dr. Sampaio fala.

Tratamento para tricoleucemia

tricoleucemia, leucemia tem cura?, qual a leucemia mais perigosa, como diagnosticar leucemia, leucemia cronica tem cura, causas de esplenomegalia, leucemia mata, pilosas, pilosa, inicial sintomas de leucemia, leucemia de células pilosas, leucemia é hereditário, leucemia wikipedia, leucemia mata?, pilosidade significado, leucemia como diagnosticar celulas pilosas, tricoleucemia cid, tricoleucemia diagnostico, tricoleucemia prognóstico, tricoleucemia quimioterapia, tricoleucemia variante, tricoleucemia o que é, tricoleucemia é cancer, o que é tricoleucemia, tricoleucemia protocolo, tricoleucemia tratamento, leucemia tricoleucemia, tricoleucemia causas, tricoleucemia hemograma, tricoleucemia mata, tricoleucemia sintomas, tricoleucemia tem cura, tricoleucemia é grave, alimentaçao para tratamento de paciente com tricoleucemia, projeções citoplasmáticas, células b, citometria de fluxo, cd19 cd20 cd22, primeira linha, doença linfoproliferativa, linfócitos b, medula óssea, leucemia de células cabeludas, diagnóstico é, leucemia de células pilosas, in hairy cell leukemia, anticorpo monoclonal, 55 anos, relato de caso, é uma doença, células sanguíneas, cd25 e cd103, análogo da purinaNas fases iniciais da doença, alguns pacientes podem não precisar de tratamento medicamentoso, apenas fazer acompanhamento médico periódico. Entretanto, uma intervenção terapêutica pode ser indicada se a pessoa apresentar baixa quantidade das células sanguíneas ou aumento do baço/gânglios linfáticos. Isso pode acontecer tanto no momento do diagnóstico, quanto durante as visitas médicas. 

Como tratamento de primeira linha “o uso de análogos de purinas é muito efetivo, como a pentostatina e a cladribina. Levando a respostas duradouras”, o médico explica.

É comum que os pacientes respondam bem a esses medicamentos. Porém, caso ocorra a recidiva da tricoleucemia, é possível tratá-la. Uma das opções é repetir o mesmo tratamento, especialmente se a remissão ocorreu por um longo período. 

Entretanto, caso ela volte em um curto espaço de tempo ou o onco-hematologista acredite ser melhor trocar de estratégia, há outras terapias que também podem ser utilizadas. 

Se a tricoleucemia não responder à quimioterapia, podem ser administrados o Rituximabe, anticorpo monoclonal, ou o Interferon Alfa, terapia biológica. É possível que esses remédios sejam utilizados em conjunto com a quimioterapia. 

A esplenectomia, retirada do baço, é uma opção quando o paciente está desconfortável devido ao aumento do órgão. Entretanto, atualmente, ela tem sido cada vez menos utilizada.

“A resposta ao tratamento é muito boa, podendo o paciente viver de maneira muito prolongada. Mas é considerada uma doença incurável”, informa o Dr. Renato Sampaio.

Neutropenia e o perigo das infecções

Como é o hemograma de uma pessoa com leucemia?a


Compartilhe
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
73 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

Fui diagnosticada com tricoleucemia. Tenho 39 anos. Até agora 1mes dps da quimio com cladribina parece que aumentaram as plaquetas, dps diminuiram…
Farei mais exames em 1 mes

Boa tarde Carol,me chamo joselia,tem 43 anos, tbm fui diagnosticada com tricoleucemia em 2019,fiz uso de cladriblina e rituximab, é hj ,vejo,que as plaquetas soube e baixam,ficam oscilando sempre,mas to bem hj,estimo que vc tb

Gostaria de saber mais sobre doenca

Também estou com essa doença. Se quiserem entrar em contato comigo fiquem a vontade.

Olá Marcelo, hoje estarei fazendo a segunda sessão. Sou paciente do doutor Jaques, que é um excelente doutor. Seria interessante podermos conversar mais um pouco. Grande abraço.

Boa noite, como foi a sua recuperação? Fiz o tratamento com Cladribina e cheguei em casa hoje, mas estou preocupado com as próximas semanas.

qual seu contato

Eu acabei de receber a notícia de que tenho a doença. Estou sendo acompanhado por um médico excelente. Se vocês quiserem entrar em contato comigo fiquem a vontade. Grande abraço.

Fui diagnosticado em 2016 com tricoleucemia, tratei com cladribina e estou levando vida normal, graças a Deus!

Olá, como está? Como está você hoje?

Tenho um amigo que foi diagnosticado essa semana com Tricoleucemia. Vou avisar pra ele sobre esse apoio de vocês. Creio que será muito importante.

Olá meu nome e Maicon fui diagnóstico com tricoleocemia em maio de 2019 fiz o tratamento com cladribina e faço acompanhamento com o oncologia de seis em seis meses . graças a Deus está tudo bem

Boa noite, como foi a sua recuperação? Tomou algum medicamento para evitar neutropenia? Fiz o tratamento também mas estou preocupado com as próximas semanas.

Olá meu nome é Claudia Angeruzzi meu esposo foi diagnosticado com tricoleocemia estou perdida e com muita dó meu esposo imagreceu , ele foi encaminhado para o hospital do amor da qui mesmo em Barretos SP que Deus nos abençoe.

Fui diagnosticado em 2017 com tricoleucemia. Tratei com cladribina. Graças a Deus, vivo uma vida normal.

Fui Diagnosticado com Tricoleucemia no dia 07/08/2021, já passei pela quimioterapia e hoje começaram os medicamentos para estimular a medula a produzir as células boas. Tenho 35 anos. Deixo uma mensagem para os amigos que estão passando pelo mesmo que eu, nunca deixe de confiar em Deus e nas mãos dos médicos. Seja positivo, pensamentos bons, tudo isso fará parte da sua melhora e do início de sua reemissão.
Acredite, confie e seja forte!!!!

Abrale, gostaria muito de receber o contato de vocês, o trabalho de vocês é muito importante para nós pacientes.

Gratidão 🙏

meu contato …acabei de ser diagnosticada

Queria entender mais sobre doenca

Boa noite, tenho um amigo que foi diagnosticado com tricoleucemia e se encontra entubado. As plaquetas dele chegaram a 6 e os médicos já não sabem o que fazer. Somos do Rio de Janeiro…

Bom dia.
Meu esposo foi diagnosticado em Julho 2019, fez tratamento com Cladribina e leva uma vida normal, porém ontem(13/09/21) os últimos exames mostraram 8% celulas no sangue novamente, ele ficou abatido e com medo, estou passando confiança pra ele, porque a Dra Erika do Hospital Brigadeiro passa muita segurança para nós. E embora os exames mostrou essa células no sangue, todos os outros exames estão ótimos, apenas uma queda nas plaquetas. Mas como já sabíamos que poderia haver uma recidiva, e que há tratamento e isso trás um alívio.
Conheci a Abrale quando ele recebeu o diagnóstico, e quis saber mais sobre a doença, eles me ajudaram muito, até o jurídico deles me ajudou. Sou grata e fico feliz com os relatos de todos vocês. Ganho forças e assim ajudá-lo no processo.

Bjs.

Bom dia,meu esposo tinha 46 anos, em 2020 quando teve que refazer a quimio com Cladribina,
Estávamos confiantes,pois a primeira fez quê fez antes desta,a 5 anos atrás com a mesma,foi muito satisfatório, ele reagiu super bem,sua imunidade voltou aos poucos e ficou perfeitamente normal.mas quis Deus quê dessa fez fosse diferente.pir causa da Pandemia contraiu covid no final do tratamento, foi pro hospital contrai um fungo no pulmão.
Mas….está hj na Glória com Jesus.

Para quem está fazendo esse tratamento,com essa medicação ,Cladribina,digo o quê acompanhei do meu esposo….
As plaquetas oscilam, muito…mas passa um tempo,depois do tratamento, quê as dele ficaram super normais subiram,igual.a de uma pessoa normal.creiam em Deus.
Ele cura,ele usa os médicos dando a sabedoria,dando as medicações certas.
Entregue teus caminhos ao Senhor.
Confia nele,e ele tudo o fará.

Meu nome é joventina Mesquita,faço tratamento de tricoleucemia no hospital das clínicas de Goiânia, com a equipe do dr Renato sampaio há 15 anos ,fiz a primeira quimioterapia e voltou novamente ,fiz outra quimioterapia em dezembro de 2019,levo uma vida com algumas restrições, agora pelos últimos exames ,estou com o baço inchado ,aguardando a secretaria da saúde liberar a tomografia ,pra ver o que faremos em Seguida, espero não tirar o baço, mais se for necessário, estou na luta por mais qualidade de vida!

Boa tarde.me chamo Vanelma tenho 39 anos,fui diagnosticada com tricoleucemia ano passado 2020.fiz o uso da cladrimina senti um pouco mal após as sessões. Tive que voltar para o hospital É fiquei internada por 20 dias,acredito que porque estava bem avançada a doença. Já estava anemica plaquetas 46.mas fiquei bem graças a Deus
Hoje após 11 meses do tratamento fazendo nova biópsia descobri que a doença teve remissão. Pouca porque É uma doença lenta.mas vou ter que fazer novamente o tratamento.fiquei triste um pouco frustrada porque achei que há vida já estava voltando ao normal.agora parar tudo novamente para fazer tratamento.
Mas Deus sabe de todas as coisas é nada foge do controle dele.
Então me preparando para mais uma luta.o que não podemos é desistir . Nunca.

Vanelma, boa tarde! Realmente, a recidiva pode acontecer. Mas como você bem mencionou, há tratamento e você conseguirá alcançar a remissão novamente! E conte conosco para o que precisar.

Bom dia

Boa tarde meu esposo foi diagnosticado com tricoleucemia faz dois anos até agora não fez nenhum tratamento quimioterapia mas a médica diz que os exames estão baixos ociliam por isso ainda não vai fazer mas a qualquer momento precisar vai fazer não está escartado a possibilidade

Boa noite ,
Me chamo Sônia e meu esposo Waldyr foi diagnosticado com a tricoleucemia, estava com baixa de plaquetas e neutrófilos e com o baço aumentado de volume . Já fez o tratamento com cladribina e teve uma resposta muito boa ao tratamento. Está completando 4 meses do tratamento e ele faz acompanhamento mensal , mas evoluindo bem .

Bom dia. Pra que foi diagnosticado com tricoleucemia, tem prioridade em processos judiciais. Obrigado.

Olá.
Fui diagnósticado com a Tricoleucemia em novembro/2021 e passei pela quimioterapia Cladribina em no início de fevereiro/2022.
O médico disse que houve um ótimo resultado inicial, semana que vem terei mais exames e avaliação médica para saber como está a evolução do tratamento.

Boa noite meu esposo tbm tem o diagnostico de uma tricoleucemia graças a Deus está bem,fez alguns quimiterapia e hoje vida normal ,só q tenho uma preocupação no tempo de vida dele pois as vezes ele fica tão cansado e fraco isso por dias ,as planquetas dele poder vi a baixa muito dinovo msm depois do tratamento q ele fez ,ele descobriu dia 20.10.2020

Olá…
Espero que tudo dê certo para todos vcs!!!
Uma dúvida;
É possível, para quem tem a tricoleucemia, conseguir uma aposentadoria ?
Grato

Last edited 8 meses atrás by Marcio

Olá, Natália… Tudo bem?
Eu fico muito grato pela resposta e mais ainda, pela atenção…
Eu entrarei em contato sim.
Obrigado 🙏🏾

🙏🏾💓

Fui diagnosticado com Tricoleucemia e a biópsia da medula apresentou uma carga tumoral maior que 90% poderiam me explicar isso?

Bom dia, tenho 40 anos ,me chamo Bruno.
Tenho tricoleucemia desde janeiro de 2015 ,gostaria de receber informações sobre a doença .

Boa noite.
Fui diagnosticado com Tricoleucemia a 5 dias tenho 37 anos, estou fazendo quimioterapia.
Que Deus abençoe a todos e ele é o médico dos médicos pra nos curar.

Rafael boa tarde
sou do rio de janeiro e em 2019 fui diagnosticado com tricoleucemia, fiz cinco sessões de quimioterapia e hoje estou bem graças a Deus e espero que você também esteja, mesmo sabendo que não tem cura eu vivo e vida normalmente mais sabendo que o acompanhamento medico vai ser pra sempre.

Boa tarde, meu nome e Alex e tenho 47 anos fui diagnóstico com Tricoleucemia em Janeiro, fiquei internado 1 mês, fiz quimioterapia em Fevereiro e na próxima semana vou fazer novamente com cladribina e retuximabe.

Olá,meu pai foi diagnosticado com trocoleucemia e está muito desanimado ,se puderem ajudar serei grata 🙏

Boa noite,
Meu amigo foi diagnosticado com tricoleucemia, está com as plaquetas muito baixas, precisa urgente da cladribina mas nao estamos conseguindo em nenhum hospital público ou federal no Rio de Janeiro.
Conseguem nos ajudar ?

Obrigada pelo retorno. Vou pedir para ele fazer contato.

Liliane boa tarde
sou do rio de janeiro e em 2019 fui diagnosticado com tricoleucemia, fiz cinco sessões de quimioterapia e hoje estou bem graças a Deus e espero que seu pai também esteja, mesmo sabendo que não tem cura eu vivo e vida normalmente mais sabendo que o acompanhamento medico vai ser pra sempre.

Escrito por:

Natália Mancini

Back To Top