skip to Main Content

Coceira pelo corpo: quando é linfoma?

Pessoa Com Coceira No Corpo
Compartilhe

Última atualização em 10 de março de 2023

Esse pode ser um dos primeiros sintomas a se manifestarem e raramente as pessoas suspeitam de um câncer

Escrito por:

Natália Mancini

Ainda não se sabe porque a coceira causada pelo linfoma acontece, mas esse é um dos sintomas mais frequentes desse tipo de neoplasia. Porém, sentir uma coceira pelo corpo é algo que várias pessoas já enfrentaram e  que pode ocorrer por diversos motivos, a maioria deles benignos. Então, saber perceber quando esse sinal aparece por conta de uma doença maligna ou benigna faz diferença na hora de receber um diagnóstico precoce.

O que a coceira no corpo pode ser?

Há diversas situações que podem causar uma coceira pelo corpo, as principais são:

  1. Reações alérgicas (a alimentos, medicamentos, excesso de sol, picada de inseto, poeira e produtos de limpeza e higiene)
  2. Pele ressecada
  3. Dermatites (doença inflamatória da pele)
  4. Infecções na pele (como micose)
  5. Doenças sistêmicas (por exemplo, infecções virais, linfoma e neuropatia)
  6. Lúpus e
  7. Doenças psicológicas
Homem Com Coceira No Corpo Na Região Do Braço

Para saber como aliviar a coceira no corpo é preciso entender exatamente o que está causando o sintoma. Mas, na maioria dos casos, o tratamento inclui o uso de antialérgicos, que não devem ser tomados sem prescrição médica, e uma outra terapia para tratar a doença de base, como o linfoma.

Leia também:

Coceira do linfoma

A coceira causada pelo linfoma pode ser um sintoma tanto do linfoma de Hodgkin (LH), quanto de não-Hodgkin (LNH), mas ela é mais frequente quando esse câncer atinge a pele, como é o caso da micose fungoide. De 15 a 30% dos pacientes apresentam essa manifestação e, muitas vezes, ela é a primeira a aparecer, de acordo com o Dr. Vinícius Miranda Borges, oncologista do Hospital Estadual Dr. Albano da Franca Rocha Sobrinho, gerido pelo CEJAM.

Homem E Mulher Com Coceira Forte No Corpo

O Dr. Borges explica que ainda não se sabe exatamente o porquê isso acontece, mas a principal suspeita é que seja devido à liberação de histamina, um mediador inflamatório que causa a coceira. Porém, outras explicações também estão sendo investigadas.

Como é a coceira do linfoma?

Segundo o especialista, a coceira, nesses casos, é uma síndrome paraneoplásica, ou seja, acontece longe do local onde o câncer em si está, e pode ser um dos primeiros sintomas a se desenvolverem.

Pessoa Com A Pele Da Mão Descascando Por Conta Da Coceira Do Linfoma

Geralmente, essa coceira é acompanhada de 

  • Pele seca e escamosa nas extremidades dos membros
  • Pequenas bolhas também nas extremidades dos membros
  • Descamação da pele e
  • Sinais de inflamação no local da coceira, como calor, vermelhidão e dor

Em alguns casos a coceira pode ser contínua, mas na maioria das vezes, há algumas situações que fazem com que ela fique mais forte. Isso acontece principalmente durante a noite e após tomar banho ou ter contato com água em qualquer temperatura. 

O Dr. Borges comenta que, no caso da coceira aquagênica (pelo contato com a água), não há presença de erupção cutânea ou urticária visíveis.

Como esse tende a ser o primeiro sintoma a aparecer, é comum que os pacientes busquem dermatologistas e façam um tratamento para alguma doença da pele. Porém, a coceira não diminui e somente depois, diagnostica-se o linfoma.

“Isso pode acontecer pelo fato de que muitas vezes o linfoma propriamente dito é precedido pela coceira/prurido, ela é uma manifestação inicial da doença, precedendo, algumas vezes, por anos. Com o aparecimento de outros sinais e sintomas, chegamos ao diagnóstico definitivo”, o especialista diz.

Ele comenta que os outros sinais que aparecem e levam à suspeita do linfoma são: 

  • Perda de peso sem motivo
  • Aumento dos linfonodos
  • Suor noturno
  • Fadiga e 
  • Febre
Leia também:

Tratamento da coceira causada pelo linfoma

Alguns medicamentos, como os antialérgicos, podem ser utilizados para ajudar a amenizar. A tendência é que ela diminua depois que a terapia contra o câncer começa e desapareça quando a doença entra em remissão.

O Dr. Vinícius Miranda Borges ainda alerta que é importante o paciente falar com o seu médico para definir qual a melhor estratégia de uma forma individualizada.

Médica Explicando Como Aliviar Coceira Pelo Corpo

Ele comenta que há outras técnicas e cuidados que podem ajudar a diminuir a coceira pelo corpo, como “evitar ao máximo lesar a própria pele ao se coçar, o que predispõe infecções secundárias por bactérias e fungos. Existem estudos com terapia ultravioleta, terapia com laser, além de cuidados locais básicos, uso de protetor solar e cremes hidratantes.”


Compartilhe
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

Olá. a matéria ficou bem superficial,o termo Micose Fungoide deve ser substituído por linfoma cutâneo de células T ,e essas coceiras podem levar o paciente a exaustão, por não dormir,por ferir sua própria pele,é uma coceira que antialérgico comum não resolve,por muitas vezes são utilizados medicamentos de uso controlado para ansiedade ou depressão que podem diminuir as coceiras.

Olá..que tipo de alteração no hemograma sugere um linfoma ? Tenho tipo episódios recorrentes de alergia na região do colo e pescoço, porém não coça , somente fica muito vermelho e irritadiço, no meu hemograma acusou aumento dos linfócitos – acima de 12.0000 e neutrolitos, acima de 887 mm3.
A médica me indicou um remédio para bactérias devido a esse resultado. Poderia ter alguma associação com linfoma?
Agradeço desde já.
Tatiana

Minha neta está com coseira no corpo toma antialérgico melhor depois que fica 3a4 dias sem tomar volta não tem nenhuma lesão estou com muito medo já que a coseira é um dos primeiros sintomas

Meu marido foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin e o primeiro sintoma foi a coceira que o acompanhou por meses e foi se intensificando. Ele procurou vários médicos, clinico, dermatologista e até alergistas, usou vários medicamentos, até ansiolíticos por prescrição médica. Chegou até a tomar medicamento para bicho geográfico por conta própria de tão desesperadora que estava a situação sem conseguir dormir a noite. Os exames laboratoriais não mostravam grandes alterações que pudessem fazer algum profissional suspeitar. Somente depois com os outros sintomas e principalmente o aumento de um linfonodo no pescoço e aí sim os exames que haviam sido feitos há menos de dois meses foram realizados novamente e apontaram que tinha algo errado. Ele esta em tratamento.

Escrito por:

Natália Mancini

Back To Top