skip to Main Content
Conteúdo gratuito para pacientes de câncer e doenças do sangue, e seus familiares!

Alimentos orgânicos contra o câncer

Alimentos Orgânicos Contra O Câncer

Consumir esse tipo de alimento pode trazer muitos benefícios à saúde, inclusive diminuir a chance do desenvolvimento da doença

Por Natália Mancini

Os alimentos orgânicos são aqueles que não utilizam agrotóxicos, adubos químicos, aditivos sintéticos, antibióticos e nem técnicas de engenharia alimentar. Ou seja, são cultivados de forma sustentável, sem sementes com DNA alterado, utilização de produtos químicos e respeitando a natureza. Por isso, são tidos como naturais e considerados mais saudáveis.

De acordo com Isabelle Novelli, nutricionista e membro do Comitê de Nutrição da Abrale, foi observado em pesquisas que os alimentos orgânicos preservam muitos nutrientes. Dessa forma, se eles forem comparados com os não orgânicos, possuem uma maior concentração de antioxidantes e compostos bioativos.

“Isso acontece por dois principais motivos. Primeiro, porque os agrotóxicos fazem com que a planta se desenvolva mais rápido, então ela mesma não precisa produzir tantos metabólicos. Segundo, é que ao não serem utilizados pesticidas, as plantas são obrigadas a produzir seus próprios compostos para proteção. Essas duas situações fazem com que a concentração de nutrientes nos orgânicos seja maior, tornando-os mais ricos que os não”.

Alimentos orgânicos e câncer

Isabelle afirma que há uma relação entre consumo de alimentos orgânicos e a redução do desenvolvimento de vários tipos de câncer. Essa relação foi mostrada por um estudo feito na França e publicado no JAMA. Ele indica que pessoas consumidoras de alimentos orgânicos têm 25% menos chance de desenvolver um câncer. Principalmente os de mama e linfoma-não Hodgkin.

Essa pesquisa foi realizada com quase 69 mil pessoas voluntárias. Elas responderam um questionário, fornecendo informações sobre a quantidade de agrotóxicos que consomem.

Após sete anos da aplicação do questionário, foi feita a contabilização da incidência de câncer. Percebeu-se, então, que quem priorizou os orgânicos, teve uma menor chance de desenvolver um tumor. Nos linfomas em geral, houve uma diminuição de 73% nos casos e nos de subtipo não-Hodgkin esse índice chegou a 86%. Enquanto que no câncer de mama, houve uma queda de 34%.

A nutricionista diz que por esse estudo ser observacional, não se sabe o porquê da diminuição do risco. Nem o porquê alguns tipos de câncer são mais afetados do que os outros. Apenas foi observada essa relação. “Mas é necessário ressaltar que é importante associar o consumo de orgânicos com outros hábitos saudáveis. Como manter um peso saudável e fazer atividade física”, comenta Isabelle.

Alimentos orgânicos e saúde humanaalimentos orgânicos e saúde humana, alimentos orgânicos e câncer, alimentos organicos e saúde, estudo relaciona consumo de orgânicos a redução de câncer alimentos organicos e cancer estudo relaciona consumo de orgânicos a redução de câncer, alimentos orgânicos alimentos orgânicos, alimentos não orgânicos, pesticidas , agrotóxicos, cânce, câncer e agrotóxico, nutrição, alimentos da época, linfomas, linfoma de Hodgkin, linfoma não-Hodgkin, câncer de mama

Como as plantas dos alimentos orgânicos possuem mais nutrientes, os efeitos positivos na saúde humana são vários. Por exemplo, há menos chances de aparecerem alergias, não há interferência nos níveis hormonais e também há influência no funcionamento do intestino.

Isabella explica que “a ausência de pesticida no alimento orgânico faz com que ele tenha um menor teor de metais pesados. Isso possibilita uma melhor absorção dos nutrientes e uma melhora do funcionamento do trato gastrointestinal”.

Os alimentos orgânicos são identificados pelo selo Orgânico Brasil, que é concedido pelo Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica (SisOrg). A especialista explica que “no caso de alimentos embalados, esse selo está no rótulo. Caso o alimento seja comprado diretamente com o produtor é possível que o consumidor solicite a documentação que comprove que o produto é orgânico”. Outra possibilidade é procurar a lista de agricultores que possuem o cadastro no site do Ministério da Agricultura, via Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos.

alimentos orgânicos e saúde humana, alimentos orgânicos e câncer, alimentos organicos e saúde, estudo relaciona consumo de orgânicos a redução de câncer alimentos organicos e cancer estudo relaciona consumo de orgânicos a redução de câncer, alimentos orgânicos alimentos orgânicos, alimentos não orgânicos, pesticidas , agrotóxicos, cânce, câncer e agrotóxico, nutrição, alimentos da época, linfomas, linfoma de Hodgkin, linfoma não-Hodgkin, câncer de mama

Preços mais “salgados”

Sim, o preço dos orgânicos é um pouco mais alto e ter acesso a eles pode ser considerado mais difícil se comparados com os não orgânicos. Então, Isabelle recomenda ficar atento aos alimentos de época. Isso porque eles necessitam de menos agrotóxicos na sua produção. “Dessa forma, é legal estar sempre atento aos alimentos de cada época e investir neles”, comenta Isabelle.

Ela finaliza ressaltando que apesar dos orgânicos serem superiores em certos aspectos, o importante é comer frutas, legumes e verduras. Então, entre não comer esses alimentos saudáveis ou comê-los com agrotóxico, é recomendado consumi-los. “Os motivos são todos os benefícios que as frutas e vegetais possuem. Entre eles um alto teor de fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos”.

 

 

Agrotóxicos, os vilões da saúde.

Fato ou Fake: quais alimentos causam câncer?

Mieloma Múltiplo e obesidade estão interligados.

0 0 vote
Avalie esse artigo
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Back To Top
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x