skip to Main Content

Policitemia vera é câncer?

O Que é Policitemia Vera, Policitemia Vera O Que é, Policitemia Vera Sintomas Policitemia, Policitemia Vera Tratamento, Tratamento Para Policitemia Vera, O Que é Policitemia Policitemia O Que é, Policitemia Sintomas, Policitemia Tratamento, Policitemia Vera Hemograma, Policitemia Vera Primaria, Policitemia Vera é Cancer, Excesso De Glóbulos Vermelhos No Sangue, Policitemia Vera é Hereditária, Excesso De Globulos Vermelhos, Policitemia Vera Alimentação, Excesso De Hemacias, Globulos Vermelhos Altos, Criterios Diagnosticos Policitemia Vera, Excesso De Sangue, Hemacias Altas No Sangue, Hemacias Aumentadas, Hemacias Elevadas, Aumento De Hemacias, Aumento De Hemoglobina, Doença No Sangue Que Não Tem Cura, Hemacias Alta No Hemograma, Hemácias Aumentadas No Sangue, O Que Significa Quando As Hemácias Estão Altas, Causas Da Hemoglobina Alta Doença No Sangue, Sintomas De Policitemia Vera, Policitemia Vera Evolução, Causas De Policitemia Vera
Compartilhe

Essa é uma condição que, assim como um tumor, ocorre devido às alterações genéticas que causam uma produção descontrolada das células

Escrito por:

Natália Mancini


É muito comum que a primeira pergunta dos pacientes, ao receber o diagnóstico dessa doença, seja: “policitemia vera é câncer?”. A verdade é que a resposta para essa dúvida não é tão simples, depende de vários fatores e conceitos. Mas, ser ou não na neoplasia, não faz com que a patologia seja menos grave ou necessite de menos atenção. Apesar de ainda não ter sido identificado o motivo do seu surgimento, sabe-se que ela ocorre devido a uma mutação genética.

A policitemia vera (PV) faz parte do grupo das doenças mieloproliferativas e se manifesta na medula óssea, afetando, assim, a produção de células sanguíneas. De acordo com a Drª. Laura Fogliatto, hematologista da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, ela tem origem e evolução muito complexas. 

A principal manifestação dessa patologia é a produção em excesso de glóbulos vermelhos, especialmente eritrócitos. Por isso, há um espessamento do sangue, ou seja, ele fica mais “grosso”, podendo provocar alterações no fluxo sanguíneo, como problemas circulatórios.

Assim, os sintomas de policitemia vera mais comuns são:

  • Coceira após o banho (prurido aquagênico)
  • Trombose
  • Isquemia em órgãos ou dedos e pernas
  • Fadiga
  • Olhos vermelhos
  • Rosto avermelhado
  • Má circulação

Sabe-se que a PV se desenvolve por conta de mutações genéticas. A mais conhecida, presente em 95% dos casos, é a do gene JAK2, chamada de V617F.

“A mutação em JAK2, que parece ser o estopim da doença, ocorre mais em pessoas acima dos 60 anos. Entretanto, o que ocasiona essa alteração ainda é desconhecido”, conta a Drª. Laura.

Em alguns pacientes, a evolução da doença acontece de forma lenta, se estabelecendo como uma condição crônica. Por isso, não são todos os casos que necessitam de tratamento. A administração de terapias só é feita caso haja alterações nos exames ou sintomas.

O Que é Policitemia Vera, Policitemia Vera O Que é, Policitemia Vera Sintomas Policitemia, Policitemia Vera Tratamento, Tratamento Para Policitemia Vera, O Que é Policitemia Policitemia O Que é, Policitemia Sintomas, Policitemia Tratamento, Policitemia Vera Hemograma, Policitemia Vera Primaria, Policitemia Vera é Cancer, Excesso De Glóbulos Vermelhos No Sangue, Policitemia Vera é Hereditária, Excesso De Globulos Vermelhos, Policitemia Vera Alimentação, Excesso De Hemacias, Globulos Vermelhos Altos, Criterios Diagnosticos Policitemia Vera, Excesso De Sangue, Hemacias Altas No Sangue, Hemacias Aumentadas, Hemacias Elevadas, Aumento De Hemacias, Aumento De Hemoglobina, Doença No Sangue Que Não Tem Cura, Hemacias Alta No Hemograma, Hemácias Aumentadas No Sangue, O Que Significa Quando As Hemácias Estão Altas, Causas Da Hemoglobina Alta Doença No Sangue, Sintomas De Policitemia Vera, Policitemia Vera Evolução, Causas De Policitemia Vera

Policitemia vera: sangue em excesso

A policitemia vera produz células sanguíneas demais e afeta o bom funcionamento do sistema circulatório. Leia mais sobre!

A policitemia vera é câncer?

A especialista explica que a definição se a policitemia vera é câncer ou não vem se modificando ao longo do tempo. Isso acontece porque os estudos mais aprofundados sobre a célula doente, o ambiente que ela se encontra e sua interação com as células vizinhas, mostraram que, apesar dela não ser, oficialmente uma neoplasia maligna, possui anormalidades semelhantes.

Exame Para Diagnosticar A Policitemia Vera

“Por exemplo, a leucemia mieloide aguda (LMA) é um câncer hematológico. Isto está definido há muitos anos. A policitemia vera, por sua vez, pode evoluir para LMA, ou seja, já existe, na sua origem, características ‘malignas’”, diz.

Justamente essa complexidade de compreender inteiramente a doença e sua possível evolução para uma LMA ou mielofibrose que torna a PV grave.

“Existem dezenas de genes alterados que, quando presentes, causam uma verdadeira ‘tempestade’ dentro da medula óssea. Estimulam as células a sobreviverem quando deveriam estar morrendo, a crescer quando não deveriam e ocasionam a produção de proteínas que interferem na coagulação, na fome e na temperatura corporal”, a médica complementa.

Ao longo do tempo, essas mutações podem se transformar e ocasionar outras mutações. Dessa forma, todo o mecanismo de produção das células sanguíneas pode ficar comprometido e gerar um ambiente sem células. Ou, até mesmo, invadido por células leucêmicas. 

O Que é Policitemia Vera, Policitemia Vera O Que é, Policitemia Vera Sintomas Policitemia, Policitemia Vera Tratamento, Tratamento Para Policitemia Vera, O Que é Policitemia Policitemia O Que é, Policitemia Sintomas, Policitemia Tratamento, Policitemia Vera Hemograma, Policitemia Vera Primaria, Policitemia Vera é Cancer, Excesso De Glóbulos Vermelhos No Sangue, Policitemia Vera é Hereditária, Excesso De Globulos Vermelhos, Policitemia Vera Alimentação, Excesso De Hemacias, Globulos Vermelhos Altos, Criterios Diagnosticos Policitemia Vera, Excesso De Sangue, Hemacias Altas No Sangue, Hemacias Aumentadas, Hemacias Elevadas, Aumento De Hemacias, Aumento De Hemoglobina, Doença No Sangue Que Não Tem Cura, Hemacias Alta No Hemograma, Hemácias Aumentadas No Sangue, O Que Significa Quando As Hemácias Estão Altas, Causas Da Hemoglobina Alta Doença No Sangue, Sintomas De Policitemia Vera, Policitemia Vera Evolução, Causas De Policitemia Vera

Saiba tudo sobre as doenças mieloproliferativas

Esse grupo de doenças é constituído por cânceres raros do sangue que podem evoluir para outra neoplasia mais agressiva. Leia mais sobre!

Tratamento para policitemia vera

O tipo de terapia indicada varia conforme a fase da doença na qual o paciente está. Na inicial, por exemplo, a pessoa pode estar em bom estado geral, com a vida praticamente normal e necessitar somente de acompanhamento médico. Em outras situações, pode ser necessário realizar a flebotomia, retirada de sangue para afiná-lo, ou administrar tratamento medicamentoso. 

Tratamento Da Policitemia Vera

Outros fatores que são levados em consideração são a idade da pessoa, episódio prévio de trombose e se existem fatores de risco para doença cardiovascular.

Nas fases que necessitam de intervenção terapêutica por meio de medicamentos, podem ser utilizadas Hidroxiureia, distribuído pelo SUS, e Ruxolitinibe. Como terapia complementar, o médico pode indicar o uso de aspirina também com o objetivo de afinar o sangue.

A doutora ressalta que a PV não tem cura, é uma doença crônica, e o objetivo do tratamento é controlá-la, para evitar que ela evolua e também oferecer boa qualidade de vida.

“Ainda que tenham um risco aumentado de trombose, além dos efeitos colaterais do tratamento, o paciente pode nunca ter a transformação para os quadros mais graves citados anteriormente, desde que faça o acompanhamento de forma adequada. Mas, é importante que os pacientes saibam desse potencial de complicação. E, dentro deste contexto, seria ótimo se nossos hospitais fossem capacitados para estudar mais a fundo esses genes envolvidos na policitemia vera”, finaliza a Drª. Laura Fogliatto.


Compartilhe
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
37 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

adrianofagundeslopes

bem esclarecido, gostei muito.

Boa noite, Sempre grata pelos esclarecimentos. Já se vão mais de 02 anos com a doença tomando hidroxiureia 03 cápsulas por dia,AS, e astrovastatina 40. estou com 65 anos não aparentados. Sou super ativa faço atividades físicas. MAIS ..começo a sentir fatiga, muita dores de cabeça e unhas enfraquecidas , insônia..calcanhar bem vermelhos e queimando. calor excessivo derrepente com muito suor. mais vou indo.. Fazendo uma dieta anti inflamatória tando bastante resultado. tomando combucha. E dançando. E falando sempre O “câncer está comigo mais eu não estou com ele.”

Tenho pv cronicas passo muito mau coceira no corpo cansaso dores na articulação qualse mau posso anda sofro muito

Gostaria de participar de comentários de outros pacientes e saber dos avanços nas pesquisas sobre a PV. Sou paciente tomando o Hidroxidoureia e com poucos sintomas.

Olá! Gostaria de saber mais sobre a questão trabalhista para pacientes com PV. A doença caracteriza o paciente como inapto em um exame admissional? Grata

Fui diagnosticada com PV e com TE a 4 meses já que a contagem de plaquetas e glóbulos vermelhos estavam altas porém só descobri depois de fazer um tratamento para embolia pulmonar muito provável causada por isso. Hoje faço tratamento com Hidroxiureia (2cp/dia) medicamento esse que meu plano de saúde fornece através do centro oncológico do hospital. Não tenho sintomas (como a coceira, por exemplo) somente a visão que ficou mais embaçada que o normal.

Ola, boa tarde,
Fui diagnosticada com policitemia vera, e que me deixa muito mal, dor de cabeça todos os dias que parecia explodir, náusea, dores fortes nas pernas, visão confusa, pressão no peito, tremor fraqueza, sempre cansada muita coceira nos olhos e muito vermelhos, a noite sempre sentia tipo choques ou flechadas nos pés dentre outros sintomas que as vezes nem relatei para médico pois sentia vergonha de estar com tanta queixa. Fui medicada com tranquilizantes, para enxaqueca com aura, e não melhorei nada, os sintomas só pioraram. Até que tive um desmaio e foi horrível, achei que ia morrer, pressão muito alta, enfim ,fui para hospital fizeram muitos exames , tomografia, raio x, etc, nao acharam nada e mandava pra casa mal muito mal. Foi que fiz um simples e barato hemograma e finalmente o resultado: policitemia vera, um susto, nunca ouvi falar, e ate hoje enfermeiros ficam surpresos, “que doença é essa? Estou a poucos meses me tratando, faço sangrias semanalmente, mas não estou bem não, logo volto para hematologista. Quero concluir que concordo com a dra. aqui, que falta muito para os profissionais de saúde sobre essa doença. Eles não sabem o que fazer, alguns demonstram curiosidade em saber sintomas, outros se calam, acho que realmente tem como investigar, fazer pesquisas com pessoas, que participaria para contribuir com informações, tenho certeza que muitos morrem e não sabiam que eram portadores da policitemia vera, pelo fato dos sintomas serem comuns a outras doenças sem gravidade e faz com que os profissionais não se atem aos relatos dos pacientes e falta atenção em fazer exames antes de receitar muita medicação sem certeza.

Olá, meu pai foi encaminhado para hematologia , para investigar PV…Possui há muito tempo coceira, ma circulação nas pernas, coceira nos olhos, e ainda voltou o meningioma … meu convênio é ruim e precário, esse diagnóstico foi dado por um exame de sangue pedido pelo residente de geriatria do SUS ( equipe muito competente),só que agora temos que ir a um hematologista do convênio, isso me traz insegurança … espero que me ajudem!

Meu pai tem PV a uns 12 anos e agora evoluiu para leucemia. Ele irá começar a quimio na próxima segunda. Quais são as possíveis complicações?

Me chamo Silvia 54 anos tenho alguns dos sintomas da policitemia vera
Vou fazer biópsia da medula
Já tomou remédio para afinar o sangue e faz uns 3 anos descobri que minha safena está totalmente perdida
Sinto fortes dores de cabeça e muita dores nas pernas apesar de fazer uso de meia compressora
Sinceramente ñ sei mais o que fazer

Olá. Sou Policial Militar há 19 anos e tenho Policitemia Vera e faço tratamento com hidroxiureia.
No Estatuto Militar consta direito a aposentadoria por neoplasia maligna. Então pergunto aos senhores se eu posso ou não me aposentar.

Olá! Fui diagnosticada com Poliglobulia/Eritrocitose com uma variante rara de policitemia Vera.
Tenho eritrócitos, hematócrito e RDW (e as vezes hemoglobina) elevados aparentemente desde 2010 (quando engravidei). Nunca tinham me orientado a procurar um hematologista até o momento em que eu fui parar no pronto socorro com 59 de hematócrito em Nov/2018. Desde então passei por alguns médicos e fiz alguns exames dentre eles: CALR éxon 9, mielograma, cariótipo, imunofenotipagem leucocitaria e linfóide, Jack2 éxon 12, Jack2 V617F (PCR alelo-específico para o éxon 14) e Fator Anti-Nuclear (todos eles com laudo de não reagente ou não detectado). Outros deram alterações: Histopatológico (medula óssea levemente hiperplasica, com discretas alteracoes displasicas/reacionais), Estudo das hemoglobinas (perfil compatível com hemoglobinopatia S, manifestação heterozigótica – AS – Traços falcêmico), Vitamina B-12 (sempre acima de 1100), Pesquisa no DNA/RNA (resultado em inglês ao qual eu não entendi, mas que minha última médica me traduziu como “Eritrocitose com uma variante rara de policitemia Vera”). Desde 2018 tomo AAS infantil diariamente e faço hemoterapia a cada 2 ou 3 meses como tratamento. Não sou fumante, faço exercícios físicos regularmente e ainda assim me sinto sempre indisposta, com dor de cabeça e nas pernas. Gostaria de um auxílio para entender minha doença e saber como lidar com os sintomas. Agradeço muito se puderem me ajudar!!

Last edited 9 meses atrás by Evelyn Alencar Miranda

Boa noite
Fui diagnosticada com Policitemia Vera após tratamento de câncer de mama. Antes do tratamento meu hemograma era normal, gostaria de saber se tem algo relacionado com o tratamento, fiz quimioterapia, radioterapia e tomava tamoxifeno e agora tomo anastrozol. Tratei a policitemia primeiramente com sangrias e agora com hidroxureia 3 um dia e 2 no outro. Meu peso não para de subir e sinto muito cansaço e dores nas pernas, principalmente depois que mudou tamoxifeno para anastrozol. Gostaria de saber se vcs podem me ajudar

Olá, descobri a 2 meses atrás q eu pv
Parece q o chão se abre , tenho alguns sintomas , estou começando a aprender sobre pv , estou fazendo várias sangrias. Gostaria de saber mais sobre pv , e tbm em relação ao trabalho.

Boa tarde o meu marido tem pologlobia ver maligna tem 74 anos sofre de fibrilhacao dó coração será que ele pode fazer um transplante de medula Obrigada

Boa noite, tenho PV há mais de 3 anos, tomo hidroxiurea , ácido acetilico, faço sangrias e já tive trombose no braço esquerdo, esses últimos dias não estou conseguindo fazer minhas atividades nem domésticas, devido a muitos sintomas.
Gostaria de saber se temos como pedir um auxílio ou alguma coisa pra ajudar, eu não moro na cidade que faço tratamento e é sempre muito gasto. Obrigada.

Tenho pv desde 2009 , já tive câncer de rim,retirei o direito,câncer de visícula..de
Tive alta da hematologista dizendo que minha pv tinha se curado . Agora fiz uns exames e pv apareceu denovo …pode acontecer isso . Ou nunca foi curada .

Bom dia. Descobri q tenho PV em 2019 e desde então estou tratando com Hydreia. Por ser uma doença no sangue, as pessoas nao notam. Acham q é coisa simples. Que nao tenho nada. Porém sei o que tenho e sei q é grave. Por isso me cuido. Ótima reportagem. Elucida bem o que é este doença. Sou funcionario público municipal. Tenho 50 anos de idade e 25 de trabalho. Solicitei a alguns dias uma licença saúde para melhor cuidar da minha doença. Cuidando da doença poderei ter uma melhor expectativa de vida. Contudo foi negado. O médico perito disse q eu tenho total condições de trabalhar. Infelizmente não é bem assim. Fora a PV, eu tenho problemas na coluna, tenho artrose e tbm tenho problemas no quadril. Meus ossos estão bem comprometidos.

Escrito por:

Natália Mancini

Back To Top