skip to Main Content

PTI em mulheres

Compartilhe

Última atualização em 29 de julho de 2021

Gravidez, menstruação e autoestima são temas bem comuns entre as pacientes

Por Tatiane Mota

A trombocitopenia imune primária (PTI) é uma doença do sangue que acontece devido à baixa de contagem das plaquetas.

Para entender melhor, as plaquetas são células responsáveis pela coagulação do sangue e sua quantidade normal no organismo gira em torno de 350 mil / μl. Já nos pacientes de PTI, elas podem chegar a 100 mil / μl ou até menos, e por isso sangramentos espontâneos e hematomas são alguns de seus sintomas.

São duas as formas mais frequentes da doença: aguda, que afeta mais as crianças e muitas vezes o próprio organismo reverte o quadro, e crônica, com longa duração e necessidade de um tratamento específico.

Esta segunda chega a ser até três vezes mais comuns em mulheres em idade fértil e por isso dúvidas quanto ao período menstrual e gravidez são muito comuns.

De acordo com a Dra. Ana Clara Kneese Nascimento, hematologista da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, pacientes com PTI podem sim engravidar. Mas alguns cuidados serão necessários.

“Algumas pacientes podem apresentar problemas menstruais, mas isso não é comum e deve ser reportado ao médico. Dentre os motivos estão ativação inflamatória, estresse ou alteração provocada pelo uso de corticoide. Quanto à gravidez, mulheres com PTI podem sim ter seu bebê e construir uma família. Porém, o acompanhamento de perto por parte do hematologista será fundamental”, explica a médica.

A escolha do parto também gera dúvidas entre as pacientes, mas de acordo com a Dra. Ana Clara tudo dependerá da contagem plaquetária.

“O ginecologista é quem definirá a melhor opção. A princípio ele pode ser vaginal. Agora caso haja previsão de dificuldades no trabalho de parto ou de bebê grande pelo uso de corticoides, talvez seja preferível a cesárea”, explica a médica.

Embora a PTI não seja uma doença hereditária, há chances de o bebê nascer plaquetopênico (com plaquetas baixas). “Mas não é necessário se preocupar. Em três semanas elas irão normalizar espontaneamente, sem necessidade de qualquer tratamento”, avisa a Dra. Ana Clara.

Outras dúvidas corriqueiras entre as mulheres com PTI correspondem às mudanças físicas causadas pelos sintomas da doença (hematomas e manchinhas vermelhas pelo corpo, conhecidas como petéquisas) e também pelo tratamento com corticoides.

No mercado de cosméticos é possível encontrar maquiagens de alta coberta, como bases e corretivos, que podem amenizar as marcas na pele. “Mas a qualquer sinal de alergia, avise o médico e deixe de usar o produto”, alerta a médica.

Já o tratamento com corticoide, um terror entre as pacientes por causar inchaço e aumento de peso, infelizmente não tem como mudar. Mas com uma alimentação adequada e prática de atividades físicas leves é possível melhorar este quadro.

Veja dicas em Sem medo dos corticoides e Movimente-se 


Compartilhe
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

Oi,tenho purpura. Qual seria o melhor anticoncecional que eu poderia tomar

Olá, Amanda, como vai?

O ideal, é que a senhora converse tanto com o(a) seu(sua) hematologista, quanto com o(a) ginecologista. Assim, juntas, essas duas especialidades poderão avaliar aspectos específicos do seu quadro e indicar qual o melhor anticoncepcional para você.
Mas, além disso, vamos encaminhar a sua dúvida para os nossos especialistas para verificar se eles conseguem oferecer alguma orientação para a senhora! A senhora já conhece o trabalho da Abrale? Nós somos uma ONG que auxilia pacientes com alguns tipos de doenças do sangue, como a PTI, por meio de diversos serviços gratuitos! Fora o encaminhamento da sua questão para a nossa equipe, nós também podemos oferecer outros apoios. Estou encaminhando o seu contato para o nosso Apoio ao Paciente e dentro de alguns dias, a equipe do Apoio enviará uma mensagem para o endereço de e-mail que a senhora indicou quando fez o comentário!

Abraços!

Oie gostaria muito de entrar mais no assunto. Tive PTT quando estava gestante, mais o bebê não resistiu há 06 anos atrás, há 2 anos tive uma PTI. Queria muito saber se eu posso engravidar novamente e ter meu bebe?

Olá, Juliana, como vai?

Pode sim, porém é muito importante que, antes de engravidar, a senhora faça o controle das plaquetas para garantir que elas estejam em um nível adequado durante a gravidez. E também é fundamental fazer o acompanhamento com um hematologista durante a gravidez para que a senhora e o bebê estejam saudáveis e também para identificar qual o melhor tipo de parto.

Nós temos diversas matérias sobre PTI, inclusive uma sobre a PTI durante a gravidez, que achamos que a senhora poderá gostar. Caso queira lê-las, vamos deixar os links abaixo:
É preciso ficar atenta à PTI durante a gravidez
https://revista.abrale.org.br/tag/pti/

A senhora já conhece o trabalho da Abrale? Nós somos uma ONG que auxilia pacientes com algumas doenças do sangue, como a PTI, por meio de diversos serviços gratuitos! Estou encaminhando o seu contato para o nosso Apoio ao Paciente para que a gente possa estar mais próximos e consigamos te ajudar sempre que preciso! Dentro de alguns dias, a equipe do Apoio enviará uma mensagem para o endereço de e-mail que a senhora indicou quando fez o comentário!

Abraços!

Tenho pti e morro de medo quando estou menstruada, se é menstruação ou hemorragia

Olá, Liliane, como vai?

A senhora faz acompanhamento da PTI com um(a) hematologista? Se sim, o ideal é conversar com ele(a) sobre essa questão, para garantir que a sua PTI está controlada. Caso não faça esse acompanhamento, indicamos que procure um hematologista.

A senhora já conhece o trabalho da Abrale? Nós somos uma ONG que auxilia pacientes com algumas doenças hematológicas, como a PTI, por meio de diversos serviços gratuitos! Caso tenha interesse em conhecer mais sobre nós e queira estar mais próximo para que possamos esclarecer qualquer dúvida que você tenha ou oferecer alguma ajuda que precisar, nossa equipe de Apoio ao Paciente está à disposição! Basta enviar uma mensagem para o nosso WhatsApp 11 3149-5190 (ou clique no link) para que possamos fazer o seu cadastro! Só pedimos para que, no primeiro momento, não envie áudio para que nosso sistema possa entender a sua demanda e encaminhar para o departamento correto.💖
Você também pode entrar em contato conosco por estes canais:
– Telefone: 11 3149-5190 ou 0800-773-9973
– E-mail: apoioaopaciente.org.br
– Site: https://www.abrale.org.br/fale-conosco/
Como, às vezes, o telefone pode estar ocupado, o contato via WhatsApp pode ser mais fácil!

Abraços!

Boa noite,estou internada ha3dias investigando uma possivel PTI,sou soropositiva há qse 20 anos e nunca passei por isso,faço uso de TARV ha qse 10 anos e acompanho regularmente,ha cerca de um mês comecei a me sentir muito cansada e com muita dor na lombar,iniciei fisio mas fiz um exame de b12 e um hemograma completo,estava apenas c 12 mil plaquetas e com uma menstruação fortissima qjs considerava hemorragia,estou internada p tto EV poissou bariátrica ha 3 anos e meio,minha duvida é se essa vai ser minha realidade a partir de agora ou se pode ser um episodio isolado e com os devidos cuidados osso ter uma vida normal?

Olá, Ana, como vai?

Caso realmente seja PTI, o mais comum é que os pacientes façam o tratamento por um período (nem sempre internados) e, depois, possam voltar à vida normal! Somente sendo necessário fazer um acompanhamento médico periódico e tomando alguns cuidados em determinadas situações, como em caso de gravidez.

A senhora já conseguiu fechar o diagnóstico? Os médicos identificaram se é PTI mesmo?

Abraços!

Oi minha filha tem 13 anos e está com pti pode me ajudar por gentileza, moramos em Rondônia e estamos com medo, mesmo lendo sobre a doenca

Olá, Cíntia, como vai?

Claro, a Abrale está à disposição para ajudá-las com o que precisarem! Basta enviar uma mensagem para o nosso WhatsApp 11 3149-5190 (ou clique no link) para que possamos fazer o seu cadastro, conversar melhor e vermos o que estão precisando! Só pedimos para que, no primeiro momento, não envie áudio para que nosso sistema possa entender a sua demanda e encaminhar para o departamento correto.💖
Você também pode entrar em contato conosco por estes canais:
– Telefone: 11 3149-5190 ou 0800-773-9973
– E-mail: apoioaopaciente.org.br
– Site: https://www.abrale.org.br/fale-conosco/

Abraços

Boa noite…
Minha está em processo de exames para confirmar PTI.
Durantes esse processo as plaquetas estão baixando, essa semana chegaram a 43 mil.
Quais alimentos e o que recomendam para ela melhorar?
Gratidão pela atenção.

Olá, Fabio, como vai?

A paciente já conseguiu realizar os exames e passar na consulta para confirmar, ou não, a PTI?
Não há alimentos que possam, de fato, aumentar as plaquetas de maneira isolada. Seria preciso tratar o motivo da queda, no caso da PTI, ou, enquanto o diagnóstico não for confirmado, entrar com alguma outra estratégia, como transfusão de plaquetas.

Se vocês já tiverem um retorno sobre o diagnóstico de PTI, a Abrale está à disposição para ajudá-los!
Nossos contatos são:
– Telefone: 11 3149-5190 ou 0800-773-9973 (o primeiro número também é WhatsApp, se quiser mandar uma mensagem pelo app basta clicar aqui)
– E-mail: apoioaopaciente.org.br
– Site: https://www.abrale.org.br/fale-conosco/

Ficamos no seu aguardo 🥰
Abraços!

Escrito por:

Tatiane Mota

Back To Top