skip to Main Content

Como saber o estadiamento do mieloma múltiplo

Como Saber O Estadiamento Do Mieloma Múltiplo

Ele não leva em consideração onde a doença está, mas sim parâmetros avaliados a partir de exames de sangue

Por Natália Mancini

Falar sobre o estadiamento do mieloma múltiplo pode parecer complexo, porque, diferentemente do que acontece nos cânceres sólidos, não se mede o quanto a doença se espalhou pelo corpo. Então, é comum que os pacientes com essa neoplasia fiquem com dúvida. Mas é importante compreender, já que essa questão influencia na escolha do tratamento e taxa de sobrevida.

De forma geral, o estadiamento do câncer é utilizado para determinar qual o local de origem da doença e quanto ela se espalhou pelo corpo. Assim, é possível identificar o quão avançada a doença está: quanto maior a classificação, mais agressiva ela será.

No caso do mieloma múltiplo (MM), o Dr. Milton Aranha, médico Hematologista do Instituto Hemomed Oncologia e Hematologia, explica que a massa tumoral não fornece um prognóstico exato da doença. Isso acontece, principalmente, porque o MM é uma neoplasia maligna sistêmica, ou seja, que está no corpo inteiro. 

Mas, calma, isso não quer dizer que a doença está, literalmente, em todos os órgãos e em cada parte do corpo. O MM é um câncer que afeta os linfócitos B, tipo de célula sanguínea, enquanto eles ainda estão na medula óssea (está dentro de todos os ossos). Dessa forma, ele é sistêmico.

“Por isso, outros critérios são usados para o estadiamento. Existem três sistemas de estadiamento para essa doença”, o Dr. Aranha pontua.

Esses sistemas medem apenas os pacientes sintomáticos, isto é, que apresentam anemia, hipercalcemia, lesões ósseas, alteração renal e outros. Os assintomáticos ou que têm doença recidivada, são classificados com critérios específicos.

Além das características do paciente, o estadiamento do mieloma múltiplo é um fator de alta relevância para definir o tratamento. Outros pontos como  velocidade de instalação dos sintomas, características genéticas e acesso aos fármacos também são levados em consideração.

Jovens Tem Mieloma Múltiplo, Mieloma Múltiplo Em Pacientes Jovens, 50 30 40, Mieloma Multiplo, Meloma Multiplo, Mieloma Multiplo O Que é, Mieloma Tem Cura Miosoma, Multiplo Mieloma, 59 Ou 50, O Que é Um Mieloma Múltiplo, Sintomas De Mieloma Múltiplo, Quais Os Sintomas De Mieloma Múltiplo, Eletroforese De Proteínas, 40 E 50 Ano, O Que é Mieloma Multiplo, Mieloma Multiple, Transplante Medula 50, Sintomas Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Em Paciente Jovem, Mieloma Multiplo Sintomas, Mieloma Multiplo Diagnostico, Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo é Hereditario, Mieloma Multiplo Expectativa De Vida, Mieloma Multiplo Metastase, Mieloma Multiplo Sobrevida, Mieloma Multiplo O Que é, Mieloma Multiplo Tratamento, Mieloma Multiplo Prognostico, Diagnostico De Mieloma Multiplo, Diagnostico Mieloma Multiplo, Sintomas Mieloma Multiplo, Tratamento Mieloma Multiplo, Mieloma Multiple Epidemiologia, Mieloma Multiplo Causas, Mieloma Multiplo Radioterapia, Mieloma Multiplo Sintomas E Tratamento, Mieloma Multiplo Na Coluna Tem Cura, Mieloma Multiplo Tempo Sobrevida, Tudo Sobre Mieloma Multiplo, Fatores De Risco Mieloma Multiplo, Medicamento Para Mieloma Multiplo, Prognostico Mieloma Multiplo, Transplante Autologo Mieloma Multiplo, Paciente Com Mieloma Multiplo, Porque Temos Cancer, Idade De Jovens, Mulheres Novas, Como Saber Se Tenho Cancer

Jovens podem ter mieloma múltiplo? 

Não só podem, como o tratamento, nessa faixa etária, apresenta alguns desafios específicos para a Medicina. Leia mais sobre!

Como saber o estágio do mieloma múltiplo?

De acordo com o especialista, os três sistemas existentes são: Durie-Salmon, o ISS (International Staging System) e uma atualização deste último.

O Durie-Salmon é utilizado desde a década de 1970 e engloba diversos fatores clínicos e laboratoriais. Entretanto, ele tem pouco poder de diferenciar os pacientes com melhor ou pior prognóstico. Dessa forma, tem sido cada vez menos usado.

Estadiamento Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado, Estagios Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios Da Doença, Mieloma Multiplo Estagio 3, Estagio Final Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagio Final, Mieloma Multiplo Estagio Terminal, Criterios De Estadiamento Mieloma, Mieloma Múltiplo Sintomas Fase Terminal, Mieloma Multiplo Metastase, O Que é Mieloma Múltiplo, Mieloma Multiplo Hemograma, Estadiamento O Que é, Cancer Medula Ossea Sintomas, O Que Significa Estadiamento. Tratamentos Para Mieloma Múltiplo, B2 Microglobulina, Microglobulina Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado,

“Por isso, na primeira década deste século, um novo sistema ISS foi elaborado. Assim, tornou-se possível dividir os pacientes com mieloma múltiplo em grupos com prognósticos diferentes”, o Dr. Aranha conta.

Esse método utiliza o resultado de dois exames de sangue, albumina e a beta-2-microglobulina, para fazer a avaliação. Apesar de não estarem relacionados diretamente com a massa tumoral, foram escolhidos como parâmetro após estudos demonstrarem que possuem grande impacto no prognóstico.

“Em 2015, este sistema foi revisado e mais dois marcadores foram incorporados, para que possamos ter uma predição de forma ainda mais precisa. A desidrogenase lática (DHL) e a hibridização in-situ (FISH)”, o especialista informa.

Esse novo sistema é chamado de R-ISS e é o mais utilizado no mundo. Entretanto, no Brasil o ISS ainda é o mais utilizado por conta do baixo acesso ao exame FISH.

Em todos os métodos, os pacientes são classificados como estadiamento I, II ou III. Sendo que no Durie-Salmon, eles podem ser subclassificados como A ou B, conforme a presença de alteração da função renal.

Diferente dos câncer sólidos e das leucemias e linfomas, não se fala em metástase no estadiamento do mieloma.

Veja nas tabelas abaixo o que cada sistema considera como estadiamento I, II e III:

Estadiamento Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado, Estagios Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios Da Doença, Mieloma Multiplo Estagio 3, Estagio Final Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagio Final, Mieloma Multiplo Estagio Terminal, Criterios De Estadiamento Mieloma, Mieloma Múltiplo Sintomas Fase Terminal, Mieloma Multiplo Metastase, O Que é Mieloma Múltiplo, Mieloma Multiplo Hemograma, Estadiamento O Que é, Cancer Medula Ossea Sintomas, O Que Significa Estadiamento. Tratamentos Para Mieloma Múltiplo, B2 Microglobulina, Microglobulina Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado,

Estadiamento do mieloma múltiplo

Como falado anteriormente, o MM é um câncer sistêmico, por isso não é possível “medir” onde a doença está. Então, por exemplo, não pode-se dizer que o mieloma múltiplo está na bacia, coluna ou clavícula.

O médico ressalta que “com os exames de imagem que dispomos atualmente é possível identificar a grande maioria das lesões focais, que são os pequenos ‘tumores’ que se formam nos ossos dos pacientes acometidos pelo mieloma. No entanto, a ausência de lesões focais não descarta a doença, uma vez que ela pode acometer a medula óssea de maneira homogênea e disseminada. ”

O mesmo vale para tentar separar se o mieloma está somente no sangue ou no sangue e nos ossos. Não utiliza-se essa divisão para identificar o estadiamento do mieloma múltiplo. Isso acontece porque, quase todos os pacientes apresentam uma proteína alterada no sangue, a proteína monoclonal. Mas, somente a sua presença não impacta diretamente no prognóstico. 

“Uma situação diferente, aí sim mais grave, e que geralmente demonstra se tratar de doença mais agressiva e com pior prognóstico, é quando temos células de mieloma (os plasmócitos) no sangue periférico dos pacientes. Neste caso, chamamos a doença de leucemia de células plasmocitárias, e indicamos tratamento mais agressivo do que o normal para o mieloma múltiplo”, o Dr. Aranha explica. 

Em relação ao tratamento, ele complementa dizendo que, atualmente, há uma quantidade significativa de drogas para o tratamento da doença. Entretanto, não existe um tratamento padrão ou que seja a melhor opção para todos os pacientes. A escolha da melhor opção é feita de forma individualizada, de acordo com as características do paciente e do câncer.

Ash, Ash 2020, Ash Congress 2020 Highlights, Ash 2019, Blood Ash Abstracts, 61th Ash Annual Meeting 2019, American Association Of Hematology, Ash 2019 Abstracts, Tratamentos Para Mieloma Múltiplo, Protocolo De Tratamento De Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo, Sintomas E Tratamento, Mieloma Múltiplo Novos Tratamentos, Tratamento Para Mieloma, Mieloma Multiplo Tratamento Pdf, Cancer Mieloma Multiplo Tratamento, Mieloma Múltiplo Diagnóstico E Tratamento, Novo Tratamento Para Mieloma Multiplo, Qual O Tratamento Para Mieloma Multiplo, O Que E Mieloma Multiplo Tratamento, Tratamento Mieloma Multiplo Talidomida, Aprovado Pela Anvisa Para Tratamento De Mieloma Multiplo, Car T Mieloma, Car T Cell Mieloma, Car T Cell Mieloma Multiplo, Daratumumab, Mieloma Multiplo Tem Cura, Mieloma Multiplo Na Coluna Tem Cura, Mieloma Osseo Tem Cura, Mieloma Tem Cura, Elegiveis Para Tmo Mieloma, O Que é Tmo Em Mieloma Múltipla, Mieloma Multiplo Transplante De Medula, Auto Transplante De Medula Ossea Mieloma Multiplo, Transplante De Medula Mieloma Multiplo, Transplante De Medula óssea Mieloma Múltiplo, Transplante De Medula óssea Autólogo, Prednisona, Melfalano, Carfilzomib, Pomalidomida, Tratamento De Mieloma Multiplo, Tratamento De Mieloma Multiplo, Talidomida No Tratamento De Mieloma Multiplo, Tratamento De Mieloma Multiplo Em Idosos, Protocolo De Tratamento Mieloma Multiplo, Quanto Tempo Dura O Tratamento De Mieloma Multiplo, Tratamento Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Tratamento, Tratamento Mieloma Múltiplo, Tratamento Para Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Tratamento Natural, Tratamento Do Mieloma Multiplo, Mieloma Múltiplo, Mieloma Múltiplo Tratamento, Mieloma Múltiplo Tem Cura, O Que é Tratamento Sintomático

Destaques ASH 2020: tratamentos para mieloma múltiplo

Novidades apresentadas no congresso poderão estar disponíveis para o paciente brasileiro em curto e médio prazo. Leia mais sobre!

Estadiamento do mieloma múltiplo e sobrevida

Além de estar relacionado com a escolha do tratamento, definir o estadiamento é importante para que o paciente saiba o que esperar da doença. Por exemplo, um mieloma de alto risco tem menor resposta ao tratamento.

O alto risco ou risco padrão se refere ao risco citogenético avaliado pelo FISH. É feita uma análise para detectar a presença de algumas alterações genéticas nas células, que tornam a progressão da doença mais agressiva. 

Estadiamento Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado, Estagios Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagios Da Doença, Mieloma Multiplo Estagio 3, Estagio Final Do Mieloma Multiplo, Mieloma Multiplo Estagio Final, Mieloma Multiplo Estagio Terminal, Criterios De Estadiamento Mieloma, Mieloma Múltiplo Sintomas Fase Terminal, Mieloma Multiplo Metastase, O Que é Mieloma Múltiplo, Mieloma Multiplo Hemograma, Estadiamento O Que é, Cancer Medula Ossea Sintomas, O Que Significa Estadiamento. Tratamentos Para Mieloma Múltiplo, B2 Microglobulina, Microglobulina Mieloma Multiplo Estagios, Mieloma Multiplo Estagio Avançado,

Ao utilizar o método de estadiamento R-ISS, o risco citogenético é um dos parâmetros considerados. Então, nesse caso, o risco está relacionado com o estadiamento.

“É claro que esta estimativa se baseia em um grande grupo de pacientes, e neste grupo, cada um tem uma resposta diferente e um tempo de sobrevida diferente. Por exemplo, espera-se que 77% dos pacientes classificados como R-ISS I estejam vivos cinco anos após o diagnóstico. Enquanto no grupo classificado com R-ISS III a porcentagem é consideravelmente menor”, finaliza o Dr. Milton Aranha.

0 0 vote
Avalie esse artigo
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Back To Top