skip to Main Content

Mielodisplasia infantil: sintomas, diagnóstico e tratamentos

Sindromes Em Crianças, O Que é Smd, Smd Doença, O Que Significa Smd, Doença Mielodisplasia, Mielodisplasia Secundaria, Síndrome De Mielodisplasia, O Que é Mielodisplasia, Doenca Smd, Mielodisplásica, Sintomas De Síndrome Mielodisplásica, Mielodisplasia Sintomas, O Que é Mielodisplasia, Mielodisplasia é Cancer, O Que é Mielodisplasia, Síndrome De Mielodisplasia, Sindrome ímielodisplásica, Sindrome Mielodisplasica, Sindrome Mielodisplasica é Cancer, Sindrome Da Mielodisplasia, Sindrome Mielodisplasico Causas, Sindrome Mielodisplasica Causas, O Que é Sindrome Mielodisplasica, Sindrome De Mielodisplasia, Sindrome De Mielodisplasia Sintomas, Sindrome Mielodisplasica Diagnostico, Sindrome Mielodisplasica Expectativa De Vida, Sindrome Mielodisplasica Sobrevida, Sindrome Mielodisplasica Tem Cura, Smd, Mielodisplasia Infantil, Sindrome Mielodisplasica Em Crianças Fatores, Sindrome Mielodisplasica é Comum Em Crianças, Criança Com Smd
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A doença em crianças e jovens é mais agressiva que nos adultos, mas tem boas possibilidades de cura

Escrito por:

Natália Mancini


A mielodisplasia infantil, também chamada de síndrome mielodisplásica infantil, tem origem na medula óssea e afeta a produção e amadurecimento das células sanguíneas. Durante muito tempo, acreditou-se que ela era uma doença rara, entretanto com o avanço da tecnologia na Medicina percebeu-se que ela não é tão incomum assim. É preciso diagnosticá-la precocemente, pois pode avançar rapidamente para uma leucemia e a única forma de curá-la é por meio do transplante de medula óssea.

Tanto em adultos e idosos, quanto em crianças, a síndrome mielodisplásica (SMD) acontece quando as células que estão na medula óssea começam a apresentar problemas em sua produção e amadurecimento. Dessa forma, há uma quantidade excessiva de células jovens (blastos), que são incapazes de exercer corretamente suas funções. Além disso, também há um comprometimento da fabricação de células saudáveis.

“Mielo significa medula óssea, onde o sangue é fabricado. Seria o tutano do osso. Displasia é alteração na forma ao olhar no microscópio, isso também pode representar alteração de função”,  explica o  Dr. Luiz Fernando Lopes, membro da Sociedade Brasileira de Terapia Celular e Transplante de Medula Óssea (SBTMO) e Coordenador do Grupo de SMD Infantil no Brasil.

O Dr. Lopes também conta que a SMD foi classificada, nos anos 80, como uma doença para adultos e idosos. Isso aconteceu porque julgava-se que a doença se desenvolvia devido à exposição, no decorrer da vida, a alguns agentes tóxicos. Assim, a medula óssea ia “cansando” e as alterações apareciam. Porém, poucos anos depois descobriu-se que ela também poderia acontecer em crianças e jovens.

Síndrome mielodisplásica infantil no Brasil

A primeira pessoa identificada no Brasil com mielodisplasia infantil foi em 1989 e o Dr. Lopes fez parte da equipe que chegou ao diagnóstico. Ele conta que a paciente tinha 9 anos e se chama Patrícia.

“Ela tinha todas as características morfológicas, olhando no microscópio, de uma mielodisplasia de adulto. Mas não sabíamos que existia em criança. Então, a partir daí, nós começamos a estudar. Depois, analisamos, olhando, retrospectivamente, alguns casos e conseguimos identificar 27 crianças com SMD”, o médico relembra.

Profissionais Da Saúde Investigando DNA Para Estudar A Síndrome Mielodisplásica Infantil

Com esses dados, a equipe participou do primeiro encontro de pediatras que tratou sobre a SMD infantil em 1994, na Rússia.

Como ela era pouco estudada e não havia registros populacionais bem definidos no Brasil, não se sabia a real frequência. Por isso, os médicos a consideravam como extremamente rara. Mas, hoje em dia, sabe-se que ela não é tão rara assim.

“Hoje, comparando com outros países, que já conhecem bem a doença em crianças, ela é rara, mas é mais frequente do que a leucemia mieloide crônica infantil, por exemplo”, pontua o doutor.

Além disso, ele conta que, atualmente, é sabido que muitas formas iniciais da SMD são mal diagnosticadas. Ou seja, crianças que estão com alterações relacionadas à mielodisplasia, como uma anemia ou queda de plaquetas refratárias, são diagnosticadas com outras doenças.

“Então quando somamos esses casos iniciais, vemos que a frequência não é tão baixa assim. Ela é rara porque o câncer infantil é raro – SMD hoje é considerada dentro da classificação de cânceres infantis -, mas a frequência não é tão baixa assim”, ele reforça.

Cancer Infantil, Leucemia Infantil, Sintomas De Leucemia Infantil, Sintomas Da Leucemia Infantil, Sintomas De Cancer Infantil Leucemia, Dor Do Crescimento Idade, Cancer Infantil Sintomas, Sintomas De Cancer Infantil, Sintomas Do Cancer Infantil, Dor Crescimento, Dor Na Perna, O Que Causa Cancer Infantil, Causas Do Cancer Infantil, 1 Milhão De Leucocitos Na Urina, Dor Perna Esquerda, Dor Na Perna Esquerda O Que Pode Ser, Febre E Dor Nas Pernas Infantil, Febre E Dor Nas Pernas Infantil, Febre E Dor Nas Pernas, Dor Nas Pernas E Febre, Febre E Dor Nas Pernas O Que Pode Ser, Dores Nos Ossos Da Perna, Crianca Reclamando De Dor Na Perna, Quimioterapia Da Dor Nas Pernas, Linfocitos Altos, Componentes Do Sangue, Como Aliviar Dor Do Crescimento, Dor Do Crescimento Nas Pernas, Dor Do Crescimento Em Uma Perna Só,, Sintomas De Virose Infantil, Febre Na Leucemia, Caroço Nas Axilas, Linfonodos Nas Axilas, Plaquetas Infantil, Leucemia Febre, Febre E Leucemia, Hematomas Leucemia Infantil, Como é Hematoma De Cancer Infantil, Hematomas Em Crianças, Cansaço Em Criança, Leucemia Aguda Infantil, Valores De Referencia Hemograma Infantil, Plaquetas Valor Normal Pediatria, Cancer Infanto Juvenil, Celula Infantil, Sintomas De Câncer Infantil, Dor Do Crescimento Sintomas, Dor Do Crescimento Existe, As Dores Do Crescimento, Dor Do Crescimento No Joelho Dor Do Crescimento Da Febre, Sintomas De Leucemia Infantil, Sintomas Leucemia Infantil Sintomas Da Leucemia Infantil, Como Diagnosticar Leucemia Infantil, Manchas Leucemia Infantil Febre E Palidez, Exames De Rotina Para Crianças, Check Up Criança, Sintomas De Cancer Infantil Leucemia, Leucemia Aguda Infantil, Sinais E Sintomas Leucemia Infantil, Tratamento Para Leucemia Infantil, Leucemia Infantil Sinais E Sintomas, Primeiros Sintomas De Leucemia Infantil, Leucemia Lla Infantil, Lla Infantil, Sintomas De Lla Infantil

Como diferenciar os sintomas da leucemia infantil das outras doenças

Como diferenciar os sintomas da leucemia infantil das outras doenças. Leia mais sobre!

Mielodisplasia infantil x adulto

O grupo continuou estudando e chegou a algumas conclusões sobre a doença. De acordo com o especialista, a questão que eles aprenderam mais rapidamente foi sobre a evolução da mielodisplasia em crianças. Apesar das células, quando analisadas pelo microscópio, se parecerem com a SMD do adulto, a doença tem comportamento mais agressivo.

Criança Com Síndrome Mielodisplásica No Médico

“A SMD em crianças evolui muito rápido para leucemia, diferentemente do adulto, que pode demorar anos. Então, nós tínhamos que fazer alguma coisa rapidamente porque, senão, a evolução para uma leucemia era rápida e o tratamento era, geralmente, ineficaz. ”

O segundo ponto identificado, que aconteceu, especialmente, a partir da sofisticação dos exames, é que as crianças têm muito mais alterações genéticas que os adultos. 

“Então, nós já começamos a acreditar que na criança, talvez, fosse uma doença ligada a alterações genéticas. Com o tempo, nós também fomos vendo que muitas dessas crianças vinham de famílias que já tinham mielodisplasia. Ou então, que o paciente tinha outra síndrome, por exemplo, anemia de Fanconi que, com o tempo, evoluiu para mielodisplasia”, diz o Dr. Lopes. 

A terceira conclusão foi que há um tipo específico de SMD, a leucemia mielomonocítica juvenil, que é mais frequente em crianças abaixo dos quatro anos. Entretanto, os especialistas a separaram da SMD infantil clássica por ter um comportamento diferenciado.

Intervenção Psicologica Em Pacientes Com Cancer, Apoio Psicologico Para Pacientes Com Cancer, Apoio Psicologico, Acompanhamento Psicológico, (600) Psicologia E Cancer, Acompanhamento Psicologico, Intervenção Psicologica Em Pacientes Com Cancer, Tristeza Causa Cancer, Paciente Com Cancer, Depressão Causa Cancer, Pessoas Com Cancer, Depressão E Cancer, Importancia Da Psicologia Na Saude, Cancer E Depressão, Casa De Apoio A Criança Com Cancer, Criança Cancer, Cuidadores De Crianças, Psicologia E O Cancer, Cancer Infantil Psicologia, Como Ajudar Psicologicamente Uma Pessoa Com Cancer, Criancas Com Cancer, Criança Cancer, Cancer Em Crianças, Relação Entre Depressão E Cancer, Depressão Sintomas, Depressão E Cancer, Como Vencer A Depressão, Como Tratar Depressão, Depressão Como Tratar, Depressão E O Paciente Oncológico, Perda De Peso Repentina Cancer, Cancer E Perda De Peso, Perda De Peso Cancer, Perda De Peso No Cancer, Autoimagem, Auto Imagem Ou Autoimagem, Sentimentos Negativos

Acompanhamento psicológico: os jovens também sentem

Suporte psicológico pode ajudar a lidar com situações incomuns para a idade, como incertezas e finitude. Leia mais sobre!

Fatores de risco para a SMD infantil

Segundo o Dr. Lopes não é comum ver crianças mais velhas com SMD, isto é, que de tempo dela se expor e depois ter a doença. Dessa forma, não é possível falar fatores de risco como acontece com os pacientes adultos. Para as pessoas com mais idade, a doença pode estar relacionada com o contato com pesticidas, corantes e produtos utilizados nas refinarias de petróleo e salões de beleza, por exemplo.

Alterações No DNA Causam A SMD Infantil

Por outro lado, o médico conta que uma pesquisa, ainda em andamento, entrevistou quase 200 mães de crianças com SMD. Apesar dos dados não estarem totalmente finalizados, os resultados parciais mostram uma tendência: mães que se expõem, durante a gravidez, a agentes tóxicos podem prejudicar a medula óssea do bebê e provocar o aparecimento da mielodisplasia. Também está se avaliando se a ocupação do pai, mesmo antes de conceber a criança, pode ter alguma influência.

“Hoje, dá para dizer que a causa é genética porque há algum dano que acometeu a medula, provocando alterações genéticas, mas nem sempre hereditária. O que a gente já percebe nos casos de SMD, os pais tem mais contato com zonas rurais, bebês que nascem de baixo peso, aborto prévio e primeiro filho”.

Alimentação Infantil, Câncer Infantil, Câncer, Cancer Infantil, Cuidados Com A Alimentação, Alimentação Criança, Alimentação Para Crianças, Alimentação Crianças, Alimentação Da Criança, Alimentação De Crianças, Dieta Para Criancas, Comida Criança, Criança Alimentação, Alimentação Para Criança, Comidas Para Criancas, Alimentos Para Diarreia Infantil, Alimentos Para Diarreia, Alimentos Para Enjoo, Alimentos Para Evitar Nauseas, Alimentos Que Ajudam No Tratamento Do Cancer, Alimentação E Cancer, Alimentação Para Quem Tem Cancer, Alteração Do Paladar, Tratamento Cancer Infantil, Tratamento De Cancer Infantil, Tratamento Do Cancer Infantil, A Importancia Da Alimentação Saudavel No Câncer Infantil, Alimentação E Câncer Infantil, Piramide Alimentar Infantil, Alimentação Saudavel Infantil, Suplemento Alimentar Infantil, Alimentação Dos Jovens, Alimentação Para Jovens, Alimentação Juvenil, Câncer Infanto Juvenil, Crianças Com Câncer, Crianças Com Câncer E Suas Famílias, Câncer Alimentação E Hábitos Alimentares, Quais Os Alimentos Que Combate O Câncer, Alimentos Pelos Quais Pacientes Com Câncer Conseguem Mais Energia, Quais Alimento Um Paciente Com Câncer Deve Comer, Quais Os Melhores Alimentos Para Paciente Que Tiveram Câncer, Quais Alimento Um Paciente Com Câncer Deve Comer, Cancer Infantil

Alimentação infantil durante o tratamento

Comer, de forma balanceada, é essencial para um desenvolvimento saudável, além de ajudar a diminuir os efeitos colaterais do tratamento do câncer em crianças. Leia mais sobre!

Sintomas de mielodisplasia infantil

  • Anemia
  • Sangramentos espontâneos (causados pela queda ou má função das plaquetas)
  • Infecções e febres constantes (por conta da queda ou má função dos glóbulos brancos)
  • Palidez
  • Fraqueza e cansaço

Atualmente, há seis ferramentas diferentes para fazer o diagnóstico da mielodisplasia infantil e quase todas necessitam de coletas recentes. Isso deve ser feito em laboratórios sofisticados. Assim, todas as crianças brasileiras que estão com suspeita vão para Barretos, no interior de São Paulo, para passar por alguns exames. 

“Ela passa pelo anestesista, para fazer um pré-anestésico; faz um hemograma. No dia seguinte, vai para o centro cirúrgico e colhe a medula e a biópsia do osso que produz a medula. Esse material vai para a citologia, para olhar o mielograma; vai para a patologia, para olhar a biópsia; vai para a citogenética, para ver se ela tem alguma alteração nos cariótipos; vai para o laboratório de biologia molecular, para ver se tem alguma alteração já conhecida (muitas vezes descorbimos alterações novas que ainda não tinham sido descritas) e vai também para o laboratório de imunofenotipagem. Em um sexto exame, faz-se o coágulo da medula”, o Dr. Lopes detalha.

Porque é Importante A Prática De Atividade Física, Quais Os Benefícios Que A Atividade Física Oferece, Um Benefício Da Atividade Física Na Saúde Previne Doenças Como, Porque A Atividade Fisica é Importante Para O Ser Humano, Pratica De Atividade Fisica, Porque Devemos Praticar Atividade Física, Qual A Importancia Da Atividade Fisica No Combate A Obesidade, Pratica Regular De Atividade Fisica, Exercícios Na Saúde E Na Doença, Porque A Atividade Física é Tão Importante Para Minha Saúde, 3 Benefícios Da Atividade Física, Os Benefícios Da Atividade Física Para A Saúde, Três Exemplos De Exercício Físico, Atividade Fisica Cura Depressao, Atividade Física E Prevenção Do Cancer, Atividade Fisica, O Que é Atividade Fisica, Benefícios Da Atividade Física , Beneficios Da Atividade Fisica, Atividade Fisica E Saude, Atividade Fisica E Exercicio Fisico, O Que é Atividade Física, Como Evitar Um Avc, Quais Os Benefícios Da Atividade Física, Prática De Atividade Física, Os Benefícios Da Atividade Física, Pratica De Atividade Fisica, Os Beneficios Da Atividade Fisica, Como Prevenir Avc, Existe Alguma Contra Indicação Para A Prática De Atividade Física, Quais Os Beneficios Da Atividade Fisica, Atividade Fisica Beneficios, Prevenir Doenças, Beneficios Dos Exercicios Fisicos Para O Corpo Humano, Quais São Os Benefícios Da Atividade Física Para A Saúde , Doenças Causadas Pelo Sedentarismo, Tipos De Atividades Fisicas, Para Que Serve A Atividade Fisica, Atividade Física E Câncer De Mama, Atividade Física Na Prevenção E Na Reabilitação Do Câncer, Exercício Físico Na Prevenção Do Câncer De Mama, Meia Hora De Exercício Por Dia Pode Evitar Câncer, Atividade Fisica No Combate Ao Cancer, Atividade Fisica Cancer De Prostata, Atividade Fisica Cancer De Mama, Atividade Fisica E Cancer, Atividade Fisica No Combate Ao Cancer De Prostata, Beneficios Da Atividade Fisica No Tratamento Do Cancer, Cancer De Prostata E Atividade Fisica, Atividade Fisica Cancer, Atividade Fisica E Cancer De Mama, Atividade Fisica E Cancer De Prostata, Atividade Fisica Na Prevenção Do Cancer, Atividade Fisica Na Prevenção Do Cancer De Mama, Atividade Fisica Na Prevenção Do Cancer De Prostata, Atividade Fisica No Tratamento Do Cancer, Atividade Fisica Para Pacientes Com Cancer, Atividade Fisica Previne Cancer, 7 Atividades Fisicas Que Ajudam A Prevenir O Cancer

Benefícios da atividade física para a saúde

Muito se fala sobre a importância de realizar exercícios com frequência. Porém, quais doenças, de fato, eles podem prevenir? Leia mais sobre!

Tratamento para mielodisplasia infantil

Depende do estágio no qual a criança é diagnosticada, se é inicial ou avançado, e das mutações genéticas presentes. Assim, os médicos podem, ou não, indicar um transplante de medula óssea (TMO) e/ou a utilização do medicamento Azacitidina.

“Hoje é importantíssimo fazer o estudo genético porque algumas alterações genéticas dizem para a gente ‘espera, não faz nada, porque pode ser que isso volte ao normal’. Então, tem uma porcentagem bem pequena de SMD hoje que o tratamento é só esperar”, fala o médico.

O Transplante De Medula óssea é Um Possível Tratamento Para Mielodisplasia Infantil

O TMO é o único método que possibilita a cura da doença. Entretanto, há alguns remédios que vão desmetilar a doença, as drogas hipometilantes, melhorando a condição clínica do paciente. A mais conhecida é a Azacitidina. Após a melhora, a criança é, normalmente, direcionada para realizar o TMO.

“Hoje, fazer o diagnóstico somente com o aspirado da medula, somente com mielograma e biópsia, sem teste genético, pode levar ao transplante de uma criança que não precisaria. Ou podemos muitas vezes ter que mudar o jeito de transplantar de acordo com o resultado dessa genética”, o Dr. Lopes salienta.

Era comum que muitas crianças falecessem esperando um doador 100% compatível. Mas, atualmente, há protocolos caso não seja possível encontrar um doador nem no REDOME, nem na família. 

“Não ficamos mais esperando, porque pode passar o momento ideal do transplante e o paciente não curar depois. Sempre procuramos um doador 100% compatível. Se achou perfeito. Mas se não achar, não esperamos muito tempo. Hoje, tem um protocolo no qual fazemos o transplante haploidêntico, com 50% de compatibilidade, utilizando o pai ou a mãe.

Mielodisplasia, Síndrome Mielodisplásica, Sindrome Mielodisplasica, O Que é Mielodisplasia, Sindrome Mielodispasica é Cancer, Displasia é Cancer, Mielodisplasia Tratamento, Tratamento Da Mielodisplasia, Quelante, Acumulo De Ferro, Anemia, Leucemia, Efeito Colateral, Acúmulo De Ferro, Talassemia, Sus, Medicamento No Sus, Distribuição No Sus

SMD e o tratamento com quelantes de ferro no Brasil

Pacientes precisam usar estes medicamentos por conta das inúmeras transfusões de sangue que realizam ao longo de toda a terapia. Leia mais sobre!

SMD infantil tem cura?

Sim, como falado anteriormente, o TMO é o único tratamento que possibilita a cura. Mas, a forma que o paciente responde às terapias varia de acordo com alguns fatores.

“Então se ela tem resposta ou não à Azacitidina, ela vai ter um sucesso diferente ao TMO. Se ela tem um doador ideal ou não, ela pode ter um sucesso diferente também e se ela transplanta no tempo ideal. Tudo isso também interfere na expectativa de cura”, diz o especialista.

Paciente Se Recuperando Da SMD Infantil

Atualmente, entre 60% e 70% das crianças com SMD apresentam um aumento da sobrevida. Nem todos os pacientes respondem porque alguns casos possuem alterações genéticas que ainda não têm os mecanismos de ação identificados. Dessa forma, ainda estão sendo estudadas drogas não quimioterápicas para essas situações.

“Quanto mais soubermos da genética, talvez surjam novas drogas no lugar da Azacitidina, que consigam bloquear a doença, como temos feito para outras doenças infantis”, conclui o Dr. Luiz Fernando Lopes.

Patrícia, a primeira brasileira diagnosticada com mielodisplasia infantil, atualmente, está com 41 anos, mora em São Paulo, tem filhos e trabalha como enfermeira, cuidando de crianças. 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Receba um aviso sobre comentários nessa notícia
Me avise quando
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Escrito por:

Natália Mancini

Back To Top